Evento começa na próxima quarta (11) com atrações culturais e gastronômicas

 

Araxá, no Alto Paranaíba, recebe a partir desta quarta (11) um dos principais festivais gastronômicos de Minas Gerais: o Saberes e Sabores. A cidade, famosa pela produção do queijo, doces em compotas e por seus restaurantes tradicionais, abre suas portas e cozinhas para a interação de profissionais locais com chefs de várias partes do país. “É sempre um encontro valioso e que engrandece nossa culinária. Eles participam conosco em diversos momentos cozinhando, mas também ensinando por meio de oficinas”, ressalta Elisa Baião Macêdo, presidente da Fundação Cultural Acia (Facia), organizadora do evento.

A seleção dos participantes desta edição levou em consideração suas experiências e a diversidade que trazem ao encontro. “São surpreendentes! Destaco a participação de Flávio Xapuri, Márcia Nunes, Ricardo Penna, o Penninha, e de Rosilene Campolina. Todos com conhecimentos únicos e que, com certeza, vão nos brindar com seus saberes e sabores”, diz o idealizador e curador do festival, Armando de Angelis.

A programação completa com a participação dos chefs já está disponível no site do evento (link abaixo). As inscrições para as oficinas gastronômicas devem ser feitas no local, custam R$30. O número de alunos por turma é limitado. A entrada no evento é gratuita.

 

Flávio Xapuri – @flavioxapuri

Com a cultura da cozinha regional em seu DNA, Flávio Trombino escreve sua história a partir do aprendizado que teve dentro de casa com sua mãe, fundadora de um dos mais tradicionais e premiados restaurantes de Belo Horizonte – o Xapuri. Em sua bagagem traz participação em grandes eventos regionais, nacionais e internacionais, como Les Etoiles de Mougins, Madrid Fúsion, Minas de Cabo a Rabo, Festival Fartura Brasil e Portugal, Casa Cor Minas Gerais, Festival de Gastronomia e Cultura de Tiradentes, Igarapé Bem Temperado, Festival Gastronômico Como Sabará, Expocachaça, Semana da Gastronomia Mineira, Mesa ao Vivo São Paulo e Minas Gerais, Brazilian Day em Nova York, Festival do Queijo Minas Artesanal, Missão Minas Gerais na Europa, entre outros.

Suas criações sempre têm um ingrediente em comum: a paixão pelas raízes da culinária mineira e suas inúmeras aplicações na gastronomia, de forma criativa e saborosa.

 

Márcia Nunes – @marciaclementinonunes

Serrana, graduou-se em História pela UFMG em 1987. Estudou as manifestações de religiosidade popular e produziu uma pesquisa da história e significação simbólica da Festa do Rosário do Serro. Por influência do curso que fez, percebeu a importância cultural e histórica do trabalho de Dona Lucinha e passou a dedicar-se, junto a ela, ao estudo da cultura culinária mineira. Atualmente administra um dos Restaurantes Dona Lucinha.

É coautora do livro “História da Arte da Cozinha Mineira por Dona Lucinha”. O trabalho é fruto de uma parceria de mãe e filha voltadas para a pesquisa de um mesmo tema. O livro serviu de fonte de inspiração para o tema do Carnaval de 2015 da Salgueiro. Fruto da sua pesquisa sobre religiosidade popular publicou, em 2018, Festa do Rosário do Serro. A obra será disponibilizada em biblioteca digital voltada para pessoas com deficiência visual.

 

Ricardo Penna – Penninha @chef.penninha

Estudioso das carnes e da gastronomia desde de 11 anos, chef Penninha é consultor gastronômico e já atendeu mais de 900 empresas no Brasil, América Central e Europa. Já foi instrutor de mais de 34.000 alunos. Instrutor do Senac durante 8 anos, consultor do Sebraetec, através do Senac e consultor dos Projetos PATME– Programa de Apoio Tecnológico às Micro e Pequenas Empresas. É ainda instrutor do programa BHTAL – Programa de capacitação para bares e restaurantes de BH, instrutor do curso ´Capacitação para carnes´, focado em Churrascaria, Restaurantes e Açougues – Canaã dos Carajás/PA.

Desde o início da pandemia realizou mais de 30 lives e ministrou dois cursos (`Petiscos de boteco` e `A arte do churrasco´) pelo Zoom com carga horária de 5 horas cada e com a adesão total de 117 alunos. É autor das obras `Alquimia do Churrasco´ (10ª edição), `Transformando carnes de segunda em carnes nobres´ (3ª edição e ebook) e `Maturação, Marinação, Condimentação e Preparo de Filés´ – CPT, Viçosa.

 

Rosilene Campolina @rosilene_campolina

Rosilene de Lima Campolina é mestre em Educação e Sustentabilidade Gastronômica e docente universitária.  Administradora do Portal Chefachef, bacharel em Comunicação Social e Guardiã do ODS 7 para Agenda 2030/ONU, ela idealizou os Projetos Acadêmicos Gastrouna e LEIA – implementação de Hortas Urbanas Sustentáveis. É ainda membro da Frente da Gastronomia Mineira.

 

Sobre o Festival

Festival Saberes e Sabores de Araxá será realizado entre os dias 11 e 15 de maio (quarta a domingo). Neste ano, o evento ganha casa nova na lateral direita do Grande Hotel. Serão 24 estandes gastronômicos, divididos em três setores, além de uma área específica para food trucks e um palco por onde passarão atrações culturais do evento. Estão confirmadas apresentações de bandas de música instrumental em ritmos como jazz, blues, rock, clássicos e MPB. Para completar o clima intimista, oficinas, degustações (cafés, gin, vinho e cachaça), produtos da terra, espaço para as mais variadas formas de expressão cultural e artística, segurança e conforto para os visitantes tornam-se ingredientes sempre presentes no festival.

O Festival Saberes e Sabores de Araxá é promovido pela Fundação Cultural Acia (Facia) e tem o patrocínio máster da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), através da Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo.  Patrocínio: Mart Minas, Rio Branco Combustíveis e Zema. Apoio: Prefeitura Municipal de Araxá, Fundação Rio Branco, Click Telecom e Associação Comercial, Industrial, de Turismo, Serviços e Agronegócios de Araxá – ACIA.

Serviço

Festival Saberes e Sabores

Data: 11 a 15 de maio

Local: Grande Hotel

Informações:

@saberesesaboresdearaxa

saberesesaboresdearaxa.com.br

Nenhum notícia relacionada!