Um evento que promete colorir e iluminar o céu de Araxá. A Terra de Beja sedia a 2ª Etapa da Copa do Brasil de Balonismo e também o 1º Campeonato Mineiro de Balonismo. O evento é organizado pela Federação de Balonismo do Estado de Minas Gerais, com o apoio da Prefeitura de Araxá. As competições acontecem entre os dias 11 e 14 de agosto, com base instalada no Estádio Municipal Fausto Alvim. Dezoito equipes devem participar das competições.

As atividades se iniciam antes mesmo do nascer do sol, por volta das 6h, e também no entardecer, a partir das 15h, horários estes mais apropriados para os voos. Paralelo ao campeonato, também acontece o “Night Glow”, um evento realizado no entardecer, onde os balões de ar quente são inflados e ficam flutuando a poucos metros do chão, presos por cordas e monitorados por equipes.

O “Night Glow” também acontece no Estádio Municipal Fausto Alvim e conta com praça de alimentação e programação cultural, com entrada mediante doação de 1kg de alimento não perecível. A arrecadação será doada para instituições filantrópicas da cidade.

De acordo com o superintendente de Turismo, Ricardo Ruas, este é mais um evento que vai fomentar o turismo e a economia local. “São duas importantes competições de nível nacional, com pilotos de todo o país, e que vai atrair centenas de turistas, amantes do esporte de aventura e competidores para nosso município. É importante para o turismo da cidade diversificar os eventos e modalidades esportivas, e com isto, destacar o nome de Araxá no cenário nacional”, destaca.



Programação

Quinta, 11/08

 – 15h: Briefing Geral + Voo Competitivo

Sexta, 12/08
– 5h30: Briefing + Voo Competitivo
– 15h: Briefing + Voo Competitivo
– 19h: Night Glow (8 balões) – Estádio Municipal Fausto Alvim (entrada mediante doação de 1kg de alimento não perecível).

Sábado, 13/08
– 5h30: Briefing + Voo Competitivo
– 15h:  Briefing + Voo Competitivo
– 19h: Night Glow (8 balões) – Estádio Municipal Fausto Alvim (entrada mediante doação de 1kg de alimento não perecível).

Domingo, 14/08
– 5h30: Briefing + Voo Competitivo
– 15h: Encerramento

Ação cultural entra na segunda semana e percorre instituições de ensino de Araxá levando a música instrumental

As ações educativas e culturais do projeto ‘A Música Semeando Conhecimentos’ estão chegando a mais crianças e adolescentes. É que muitas escolas estão mudando a programação de turmas para que estudantes que não fazem parte das classes inicialmente contempladas possam participar dos workshows. Foi o que aconteceu na Escola Municipal Dona Gabriela.“Achei que seria algo simples e deixei organizado para que apenas os alunos do segundo ano do tempo integral participassem. Quando vi o pessoal montando a estrutura resolvi convidar os alunos do terceiro ano e se soubesse que o espetáculo era tão interessante teria levado a escola inteira”, conta a diretora Cláudia de Fátima Oliveira.

A oficina na escola foi a oportunidade para que a música fosse assunto debatido em sala de aula e para que os educadores descobrissem o gosto de muitos estudantes pela arte. “Quando fomos chamados para a apresentação na quadra da escola e vi aquela banda, fiquei emocionado. A bateria me chamou a atenção porque eu gosto muito. Fico brincando de baterista na oficina do meu pai. Uso os bancos e pego gravetos para fazer minha bandinha”, conta Hayram Rodrigues Morais, aluno do terceiro ano.

Hayram foi um dos estudantes mais participativos na oficina e acompanhou o quarteto com instrumentos improvisados. “Meu sonho é poder fazer aula de música e um dia ser baterista profissional. Ainda não posso, mas quem sabe um dia…”, escreveu.

Para a diretora Cláudia Oliveira, além de despertar talentos, a apresentação foi muito rica culturalmente. Ela conta que professores e alunos ficaram impressionados. “Muitos deles nunca tinham escutado, não tinham acesso à música instrumental. Houve uma interação surpreendente e agora estou sendo cobrada diariamente pelos demais alunos que não puderam participar. Já estamos tentando viabilizar para que eles possam voltar”, diz.

Interação

O que ocorreu na Escola Municipal Dona Gabriela tem se repetido por onde os músicos passam. Na Escola Municipal Benedito de Paula Filho a interação foi além. É que alunos do Cemei Vicente Pereira, que também fica no bairro Jardim das Oliveiras, foram convidados a participar da oficina. Juntos, os estudantes das duas instituições viveram momentos inesquecíveis.

A intervenção com quatro músicos é interativa o tempo todo. Os estudantes das escolas públicas conhecem em detalhes os instrumentos, aprendem sobre os tempos e são convidados a tocar objetos improvisados na hora. O projeto conta com apresentações nos dois turnos e vai percorrer nesta etapa inicial 20 escolas da rede pública nas zonas urbana e rural de Araxá. A ação é realizada pelo grupo araxaense Tiago Martins Quarteto, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem o patrocínio da CBMM e apoio da Secretaria Municipal de Educação.

Workshop

O projeto será encerrado com um workshop sobre consciência rítmica, aberto à comunidade. Os instrutores vão trabalhar temas como pulsação, ciclos rítmicos, contagens musicais, improvisação, prática de conjunto, escrita e composição, dentre outras habilidades.

A atividade será realizada no dia 21 de agosto a partir de 10h no Parque do Cristo. A entrada é gratuita.

Tiago Martins Quarteto

O grupo Tiago Martins Quarteto é uma referência quando o assunto é a música brasileira e o Jazz Fusion. Composto por Tiago Martins, Jack Will, Erasmo Valeriano e Leo Santana; reflete a força dos talentos individuais formando um conjunto que externa grande conhecimento técnico e dons incríveis já aplaudidos pelos quatro cantos do país.

Formação:

Tiago Martins 

Guitarrista, violonista, professor e produtor, Tiago Martins é músico profissional desde os 17 anos e especializou-se no IG&T em Campinas (SP). É diretor da Nota Certa Escola de Música em Araxá e professor de guitarra desde 2008. Já se apresentou em grandes eventos como o Pixinga Bass Festival e tocou ao lado de nomes como Toninho Horta, Danilo Caymmi, Ney Conceição, Robertinho Silva, Eduardo Machado, Edu Ardanuy, Aquiles Faneco, André Nieri, Carlos Balla, Artur Maia, Dino Rangel Big Band, Ludy Rocha, Germano Soraggi, Emílio e Eduardo e Thaeme e Thiago. Em 2021 Tiago Martins foi o vencedor do concurso de Jazz e Blues de Tiradentes (MG), sendo uma das atrações do evento neste ano. São 23 anos ininterruptos de amor à música.

Jack Will

Jack Will é um músico uberlandense com fortes raízes afro-mineiras. Baterista e percussionista com graduação em Música pela UFU, atua profissionalmente há 18 anos em shows, gravações e aulas. Já tocou com vários músicos em diversos estados do Brasil e também em alguns países da Europa. Em 2022 vai lançar o seu primeiro álbum autoral celebrando a arte da música instrumental.

Erasmo Valeriano

Erasmo Valeriano é baixista e violonista. Atua profissionalmente há 17 anos em shows, gravações e aulas. Fez parte do corpo docente do curso técnico da Escola Municipal de Música Maestro Elias Porfírio de Azevedo, onde lecionou Harmonia, Percepção e Violão em Conjunto. Tocou com diversos artistas da cidade de Araxá e região, em várias cidades e estados brasileiros. Atualmente integra o Bejazz, grupo que existe há mais de quarenta anos na cidade.

Le Santana

Le Santana é multi-instrumentista, compositor, arranjador e professor de música. Atua majoritariamente como pianista e arranjador em shows e gravações de música instrumental e MPB. Sua abordagem compreende conexões entre a musicalidade dos regionalismos brasileiros e o seu piano jazzístico. Lançou em 2021 o seu primeiro álbum (Pytã) com 11 canções autorais.  Atua em diversos segmentos de educação musical como musicalização, técnica em piano popular do básico ao avançado, harmonia, arranjo e improvisação. Atuou também em produções, bandas de variados gêneros, acompanhou dezenas de artistas em shows e gravações e há cinco anos idealizou o Canal João Bemol, no Youtube, que conta com mais de 200 vídeos, 27 mil seguidores e aproximadamente 1 milhão e meio de visualizações.

Serviço:

Projeto “Música Semeando Conhecimentos”

Atividades nas escolas: de 1 a 12/08

Workshop Consciência Rítmica: dia 21/08, 10h – Parque do Cristo

Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público

Informações: @musicasemeando

A Fundação da Criança e do Adolescente de Araxá (FCAA) lançou concurso público para provimento de cargos/funções para o quadro de pessoal. São ofertadas 54 vagas, cinco delas reservadas para pessoas com deficiência (PcD).

Entre os pré-requisitos, é necessário que o candidato possua escolaridade entre os níveis de ensino fundamental, médio ou superior, conforme o respectivo cargo pleiteado.

Os cargos ofertados são agente de serviços gerais, auxiliar de cozinha, auxiliar de serviços gerais, motorista, auxiliar administrativo, auxiliar de apoio operacional, cozinheiro, educador social feminino, educador social masculino, recepcionista, assistente social, coordenador, enfermeiro, pedagogo e psicólogo. A remuneração mensal varia entre R$ 1.276,40 e R$ 3.395,65.

As inscrições deverão ser realizadas, exclusivamente, via internet, pelo endereço eletrônico ( www.ibgpconcursos.com.br ), no link correspondente ao certame, até às 15h59 do dia 4 de novembro. A taxa de inscrição varia entre R$ 60 e R$ 100.

O concurso terá prova objetiva de múltipla escolha para todos os cargos/funções (eliminatória e classificatória) e provas de títulos para cargos/funções de nível superior (classificatória).

O edital, anexos e todas as informações respectivas ao concurso estão disponíveis nos sites da IBGP Concursos e da Prefeitura de Araxá (link Editais e Processos > Fundação da Criança e do Adolescente de Araxá).

O concurso público terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

Um convênio firmado entre o Brasília Vôlei e o Uniaraxá possibilitará a garotas araxaenses até 17 anos, (categoria sub-18), mostrarem o talento para o esporte. A equipe abriu um processo seletivo para a categoria de base feminina e os treinos iniciam nesta quinta-feira, 11 de agosto, às 19h, no ginásio do Uniaraxá. O projeto é gratuito e aberto a toda a comunidade.

São 16 vagas disponíveis no total. Os treinamentos acontecerão no período noturno. As inscrições serão feitas no próprio ginásio do Uniaraxá e para realizá-la é necessário a presença do responsável no primeiro dia de treinamento, além da apresentação dos documentos pessoais da atleta (RG e CPF).

Para mais informações, basta entrar em contato pelo número (34) 99913-1945.

A Secretaria Municipal de Saúde inicia, nesta quarta-feira (10), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite em crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias. Há também multivacinação para atualização da Caderneta de Vacinação para menores de 15 anos. Os pontos de vacinação são Unioeste, Unileste, Uninordeste, Unisa, Unicentro, Uninorte, Unisul, das 8h às 16h, e ESF Max Neumann, das 12h às 17h. A campanha segue até o dia 9 de setembro.

Além da vacina contra a poliomielite, estão disponíveis imunizantes que protegem contra diversas doenças como: tuberculose, hepatite, tétano, difteria, meningite, febre amarela, sarampo, rubéola, caxumba, catapora e gripe, entre outras. A vacinação contra a Covid-19 acontece conforme cronograma divulgado semanalmente.

Dia D de Mobilização Nacional

No sábado, dia 20 de agosto, acontece o Dia D de Mobilização Nacional. O objetivo é reforçar a cobertura vacinal. A ação acontece na Unioeste, Unileste, Uninordeste, Unicentro, Uninorte e ESF Max Neumann das 8h às 14h.

Para a criança ou adolescente colocar em dia suas vacinas é importante a apresentação da Caderneta de Vacinação.

A Prefeitura de Araxá em parceria com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais deu início à capacitação de primeiros socorros destinada aos educadores da rede municipal de ensino infantil. As profissionais estiveram no 5º Pelotão de Bombeiros Militar de Araxá e participaram do curso que tem como objetivo ensinar os profissionais para que consigam lidar com situações inesperadas e que envolvam a vida das crianças dentro das instituições. O conteúdo foi ministrado pelo Cabo Flávio Henrique Ferreira e o Soldado Matheus Alves Silva.

As aulas têm carga horária de 8 horas de treinamento. Inicialmente, serão especializadas as profissionais que atuam nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cemeis) e, posteriormente, para as educadoras do ensino fundamental. O curso faz parte das ações compostas na Lei Lucas (13722/18), que foi sancionada em 04/10/2018 e obriga as escolas públicas e privadas a se prepararem para atendimentos de primeiros socorros. Dessa forma, as educadoras podem se tornar multiplicadoras e responsáveis nas atuações adversas, por meio dessa experiência e dúvidas sanadas durante a capacitação. 

Os instrutores seguem protocolo da Organização Mundial da Saúde para compartilhar conteúdos como avaliação do cenário, mecanismo de lesão, análise de sinais vitais, causas de obstrução e liberação nas vias aéreas, RCP (reanimação cardiopulmonar), uso do DEA e equipamentos semiautomáticos para desfibrilação externa, estado de choque (classificação, prevenção e tratamento) , hemorragias (classificação e tratamento), movimentação, remoção e transporte de vítimas (avaliação e técnicas), ocorrências envolvendo animais peçonhentos, queimaduras (classificação e tratamento) e emergências clínicas.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Zulma Moreira, o compromisso da Administração é com a segurança e educação das crianças. “Temos que agradecer imensamente toda a atenção e prontidão do Corpo de Bombeiros. Isso garante tranquilidade e caso necessário um atendimento emergencial. A equipe das escolas não pode entrar em pânico em situações de urgência com nossas crianças e, sim ter uma ação rápida e segura na prevenção da saúde dos alunos”, destaca.

Contato com a música instrumental é realizado por meio de um workshow que vai percorrer 20 escolas de Araxá

Quando os alunos chegam a primeira reação é de surpresa. É que nos pátios, ginásios, salas e estacionamentos das escolas a sensação é de que um show está prestes a começar. O cenário muitas vezes tem uma Kombi no fundo, estrutura de som e luz. Quando todos se acomodam, começa a música e a conexão é imediata. Para a aniversariante Louise Victoria Botelho Galvão, de 9 anos, foi como um presente. “Eu achei muito legal porque trouxe muita alegria, a gente ficou muito feliz”, diz.

A intervenção com quatro músicos é interativa o tempo todo. Os estudantes das escolas públicas conhecem em detalhes os instrumentos, aprendem sobre os tempos e são convidados a tocar objetos improvisados na hora. De pratos e garrafas PET com milho logo saem música e muitos sorrisos. “Eu gostei muito de tocar com eles. Esse momento me passou felicidade, tranquilidade e a gente aprendeu a importância da música para nossa cultura, para nossa história”, conta Richard Caio Silva Vasconcelos, de 12 anos.

Aos poucos, o momento de descontração e diversão vai virando rotina nos quatro cantos da cidade. O projeto conta com apresentações nos dois turnos e tem encantado crianças, adolescentes e educadores por onde passa. “É importantíssima essa ação. Hoje as crianças vivem na internet, no celular e aqui elas conseguem sair desse mundinho e ir para o mundo da cultura. Tenho certeza de que pela música eles têm a oportunidade de ler, escrever melhor.  É um projeto maravilhoso, não pode parar”, elogia Leda Maria Amorim, diretora da AABB Comunidade.

Os músicos vão percorrer nesta etapa inicial 20 escolas da rede pública nas zonas urbana e rural de Araxá. A ação é realizada pelo grupo araxaense Tiago Martins Quarteto, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem o patrocínio da CBMM.

Workshop

O projeto será encerrado com um workshop sobre consciência rítmica, aberto à comunidade. Os instrutores vão trabalhar temas como pulsação, ciclos rítmicos, contagens musicais, improvisação, prática de conjunto, escrita e composição, dentre outras habilidades.

A atividade será realizada no dia 21 de agosto a partir de 10h no Parque do Cristo. A entrada é gratuita.

Histórias inspiradoras

O cenário é um quarto de hospital. De um lado, uma mãe inexperiente, apreensiva com a saúde da filha. Do outro, um bebê que acabara de fazer uma cirurgia nos olhos e pegou uma infecção na UTI. Entre elas, a música. “Foi através da música que Yasmin conheceu a mãe e a vida. Eu colocava música instrumental, cantava baixinho. Foi a forma que encontrei de me conectar com a minha filha e apresentar o mundo para ela”, diz a técnica de enfermagem Elbe Raquel de Castro Rosa Silva.

Yasmin de Castro Rosa Silva nasceu sem as pálpebras. Com apenas três dias de vida, começava a luta em hospitais de Uberlândia e São Paulo para uma cirurgia de reconstrução. “Com sete dias ela passou pelo procedimento, mas ao fechar os olhos para lubrificar as córneas, ocorreu um ressecamento e os olhinhos foram perfurados. Havia só a opção de retirada dos olhos. A cirurgia aconteceu, mas ela acabou pegando uma infecção. Foram muitos dias de agonia, muita dor, mas também de muita esperança, fé e música”, relembra Elbe.

Foram muitas idas e vindas nos hospitais, mas elas: a mãe, a filha e a música; nunca se separaram. Com seis meses, Yasmin já tinha aulas de musicalização e logo deu sinais de uma conexão especial com os sons. “Com menos de um aninho ela tirava som da chupeta. Ela nunca chupou chupeta, usava só para tirar som e às vezes músicas infantis inteiras”, conta a mãe.

Com três anos Yasmin ganhou seu primeiro violão e nunca mais deixou de estudar música. Hoje, aos treze anos, toca cajon, pandeiro, teclado, violão, viola e está convencendo a mãe a comprar uma sanfona. “Quando ela não está na escola, está tocando algum instrumento. É por meio da música que ela se encontra e enxerga o mundo”, diz Elbe.

Tiago Martins Quarteto

O grupo Tiago Martins Quarteto é uma referência quando o assunto é a música brasileira e o Jazz Fusion. Composto por Tiago Martins, Jack Will, Erasmo Valeriano e Leo Santana; reflete a força dos talentos individuais formando um conjunto que externa grande conhecimento técnico e dons incríveis já aplaudidos pelos quatro cantos do país.

Formação:

Tiago Martins 

Guitarrista, violonista, professor e produtor, Tiago Martins é músico profissional desde os 17 anos e especializou-se no IG&T em Campinas (SP). É diretor da Nota Certa Escola de Música em Araxá e professor de guitarra desde 2008. Já se apresentou em grandes eventos como o Pixinga Bass Festival e tocou ao lado de nomes como Toninho Horta, Danilo Caymmi, Ney Conceição, Robertinho Silva, Eduardo Machado, Edu Ardanuy, Aquiles Faneco, André Nieri, Carlos Balla, Artur Maia, Dino Rangel Big Band, Ludy Rocha, Germano Soraggi, Emílio e Eduardo e Thaeme e Thiago. Em 2021 Tiago Martins foi o vencedor do concurso de Jazz e Blues de Tiradentes (MG), sendo uma das atrações do evento neste ano. São 23 anos ininterruptos de amor à música.

Jack Will

Jack Will é um músico uberlandense com fortes raízes afro-mineiras. Baterista e percussionista com graduação em Música pela UFU, atua profissionalmente há 18 anos em shows, gravações e aulas. Já tocou com vários músicos em diversos estados do Brasil e também em alguns países da Europa. Em 2022 vai lançar o seu primeiro álbum autoral celebrando a arte da música instrumental.

Erasmo Valeriano

Erasmo Valeriano é baixista e violonista. Atua profissionalmente há 17 anos em shows, gravações e aulas. Fez parte do corpo docente do curso técnico da Escola Municipal de Música Maestro Elias Porfírio de Azevedo, onde lecionou Harmonia, Percepção e Violão em Conjunto. Tocou com diversos artistas da cidade de Araxá e região, em várias cidades e estados brasileiros. Atualmente integra o Bejazz, grupo que existe há mais de quarenta anos na cidade.

Le Santana

Le Santana é multi-instrumentista, compositor, arranjador e professor de música. Atua majoritariamente como pianista e arranjador em shows e gravações de música instrumental e MPB. Sua abordagem compreende conexões entre a musicalidade dos regionalismos brasileiros e o seu piano jazzístico. Lançou em 2021 o seu primeiro álbum (Pytã) com 11 canções autorais.  Atua em diversos segmentos de educação musical como musicalização, técnica em piano popular do básico ao avançado, harmonia, arranjo e improvisação. Atuou também em produções, bandas de variados gêneros, acompanhou dezenas de artistas em shows e gravações e há cinco anos idealizou o Canal João Bemol, no Youtube, que conta com mais de 200 vídeos, 27 mil seguidores e aproximadamente 1 milhão e meio de visualizações.

Serviço:

Projeto “Música Semeando Conhecimentos”

Atividades nas escolas: de 1 a 12/08

Workshop Consciência Rítmica: dia 21/08, 10h – Parque do Cristo

Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público

Informações: @musicasemeando

Obras são realizadas pela Fundação Cultural Acia (Facia), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura com o patrocínio da CBMM

Nesta segunda-feira (8) é feriado em Araxá. A cidade comemora o Padroeiro, São Domingos de Gusmão. Homem de fé, ao lado de São Francisco de Assis, marcou o século XIII com sua santidade vivida na mendicância, no total abandono em Deus e no desapego material. “São Domingos foi fiel à Igreja sobretudo no combate às heresias do seu tempo, na oração e na pregação da Palavra. Ele se torna um pregador da verdade e traz para nós um legado de valorização do conhecimento e do estudo para que possamos crescer cada vez mais em sabedoria e aos olhos de Deus”, ressalta o pároco da Paróquia de São Domingos, Padre Jonathan Costa.

A devoção ao santo espanhol marca a história da cidade e a vida de milhares de araxaenses que anualmente comemoram a data com a tradicional Festa de São Domingos. Neste ano, mesmo com a reforma da Matriz, as atividades sociais foram mantidas na praça em frente à igreja. “Fizemos questão de manter parte das atividades neste local porque ele é muito representativo para a história, a cultura, para a fé do nosso povo. Fora isso, é a oportunidade que muitos paroquianos têm de acompanhar a evolução da obra nestes dias”, explica o Padre.

Nesta segunda (8) as atividades que incluem quermesse e shows começam às 19h. Haverá a apresentação das bandas Os Patto e Mamma Jamma. Pouco antes, às 17h, o Padre Jonathan Costa encerra a programação religiosa da festa com uma celebração no Colégio São Domingos.

Reforma avança

Enquanto a cidade comemora o Dia do Padroeiro, as obras na Igreja Matriz de São Domingos avançam. O trabalho, que teve início em abril, é realizado pela Fundação Cultural Acia (Facia), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem patrocínio da CBMM. 

Segundo a engenheira responsável pela obra, Daiana Aquino Moura, várias frentes de serviço estão sendo executadas neste momento. “Continuamos a montagem das telhas francesas, que fazem parte do projeto original e ainda trabalhamos na torre. Ao mesmo tempo, começamos a fazer a parte de detalhes da pintura. Em outras frentes, já começamos a substituir alguns ladrilhos, estamos fazendo a remoção e adequação das estruturas das janelas e vamos trabalhar na estrutura hidrossanitária”, explica.

A expectativa é de que a obra, que tem quatro etapas, seja concluída em dezembro.

Histórico

Do planejamento ao término, as obras de construção da Igreja Matriz de São Domingos duraram mais de 40 anos. Entre 1911 e 1948 a comunidade religiosa de Araxá acompanhou de perto a evolução dos trabalhos, bem como algumas paralisações.

Segundo registros da Fundação Cultural Calmon Barreto, em 24 de agosto de 1948, o vigário Pe. Philippini anotou nos arquivos o seguinte: “Terminam-se por completo todos os trabalhos de consolidação, revestimento interno e externo, forro e piso da Matriz, a escadaria, as dependências, a sacristia, a torre, a grade em redor da igreja, e jardim; numa palavra, está prompta, acabada a obra que me propuz a fazer. Deo gratias…”

O estilo arquitetônico da Igreja Matriz de São Domingos reúne características romanas com elementos góticos. Destaque para a beleza das pinturas murais, vitrais e elementos decorativos.

A reforma que garantirá a preservação deste patrimônio é promovida pela Fundação Cultural Acia (Facia) e tem o patrocínio da CBMM, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.